Home‎ > ‎

Noticias


postado em 12 de mar de 2011 09:32 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:39 por Shester Souza ]




TODOS CONTRA A DENGUE!!

postado em 18 de fev de 2011 04:57 por Shester Souza   [ 10 de mai de 2012 05:31 atualizado‎(s)‎ ]






postado em 15 de dez de 2010 10:53 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:40 por Shester Souza ]



postado em 15 de dez de 2010 10:45 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:41 por Shester Souza ]



1º Seminário Estadual de Prevenção do Uso de Drogas

postado em 13 de dez de 2010 11:53 por Frank Lane   [ 13 de dez de 2010 12:03 atualizado‎(s)‎ ]


Especialistas em prevenção à dependência química causada por drogas se reúnem na quinta-feira, em Belo Horizonte, no 1º Seminário Estadual de Prevenção do Uso de Drogas. O evento, idealizado pelos coordenadores do Programa Papo Legal – diálogos comunitários para a prevenção do uso e abuso de Drogas, e promovido pela Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude, por intermédio da Subsecretaria de Políticas Antidrogas, vai reunir mais de 500 pessoas, entre os quais dependentes químicos e suas famílias.


Ronaldo Viana, superintendente técnico da Oscip Terra da Sobriedade e coordenador geral do Programa Papo Legal, explica que, além de debater questões ligadas à prevenção, ao final será elaborado um documento com sugestões de diretrizes de políticas públicas para o setor, que serão encaminhadas ao governo estadual por meio da Subsecretaria Antidrogas. “Este é o momento em que vamos reunir as boas práticas, os valores potenciais de combate ao uso e abuso de drogas, coletados ao longo do programa, que vem sendo desenvolvido em sete áreas desde março do ano passado”, explica.

No seminário, uma presença internacional está confirmada. Pela manhã, o professor George de Leon, doutor em Psicologia, especialista no tratamento da dependência química e fundador e diretor do Center for Therapeutic Community Research, de Nova York, participa do debate do tema “A prevenção do uso de drogas no contexto das redes sociais”.

No início da tarde, o tema a ser discutido será “A Participação da Sociedade Civil na Formulação de Políticas Públicas sobre Drogas”, com a participação de Aloísio Andrade, presidente do Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas, Márcia Cristina Alves, supervisora do termo de parceira do Papo Legal, e Tomáz de Aquino Rezende, procurador de Justiça e escritor.

Os resultados do Programa Papo Legal também serão debatidos no seminário, com a participação dos representantes das comissões locais de prevenção do projeto. E, para encerrar, o último debate vai discutir as diretrizes para as políticas públicas estaduais de prevenção, com a participação do deputado federal eleito Eros Biondini, subsecretário de Políticas Antidrogas de Minas, e o professor e psicólogo Lúcio Mauro dos Reis, assessor de Políticas Públicas do Programa Papo Legal.

PROJETO 

O Papo Legal é um programa do governo estadual, executado pela Secretaria de Esportes e da Juventude, por meio da Subsecretaria de Políticas Antidrogas, em parceria com a Oscip Terra da Sobriedade. O objetivo é a integração e fortalecimento de uma rede social de prevenção ao uso e abuso de drogas por meio de articulação entre governo e organizações da sociedade civil.

A ação do programa é essencialmente comunitária e preventiva. Aborda a questão do uso de drogas a partir da identificação dos fatores de risco que o favorecem, além do reconhecimento, da valorização e da articulação dos fatores de proteção que evitam ou dificultam o uso de entorpecentes, tabaco, álcool e drogas. O Papo Legal está atualmente empenhado na criação da Rede Estadual de Prevenção. Por ser um projeto-piloto, foram indicadas pelo governo sete localidades para o início das ações: em Belo Horizonte, as regionais Pampulha, Norte e Venda Nova, além das cidades de Betim, Santa Luzia, Ribeirão das Neves e Santa Cruz de Minas.

Sobre o Evento

O 1º Seminário Estadual de Prevenção do Uso de Drogas ocorreu no auditório da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Avenida João Pinheiro, 100, Centro de Belo Horizonte

Fotos do Evento:


Campanha Laço Branco, lançada dia 06/12/2010

postado em 13 de dez de 2010 11:23 por Frank Lane   [ 13 de dez de 2010 11:29 atualizado‎(s)‎ ]


Laço Branco: Homens de Minas pelo fim 
da violência contra as mulheres.
  
Cerca de 50 homens, representantes de diversos segmentos da sociedade, participaram na segunda-feira dia 06/12/2010 do lançamento da campanha “Laço Branco: Homens de Minas pelo fim da violência contra as mulheres”, promovida pelo Conselho Estadual da Mulher de Minas Gerais (CEM). O evento será realizado a partir das 20h, no plenário Juscelino Kubitschek, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.   

Durante o encontro, esses homens, representantes do poder público e da sociedade civil, vão assinar um termo de adesão à campanha, se comprometendo com o enfrentamento à violência contra as mulheres. O evento busca também conscientizar e mobilizar toda a sociedade mineira para erradicação desse tipo de violência e pela garantia dos direitos humanos.   

“Conclamamos a todos, homens e mulheres, para se engajarem nessa luta, sem trégua, pelo fim da violência contra as mulheres em Minas”, enfatiza a presidente do CEM, Carmen Rocha, lembrando que a iniciativa dessa parceria, de contar com homens sensíveis à causa das mulheres, é emblemática, pois abre caminho para outros seguidores e contribui para mudar essa triste realidade, ainda tão presente em Minas e no país.  

Igualdade de direitos e oportunidades  

Criado em 1983 pelo então governador Tancredo Neves, o CEM vem realizando nesses 27 anos ações em favor da igualdade de direitos e de oportunidades entre toda as pessoas. Se consolidou como espaço democrático de mobilização popular, garantindo o controle social sobre a efetividade das políticas públicas voltadas para as mulheres. 

Campanha do Laço Branco 

A Campanha Brasileira do Laço Branco busca sensibilizar, envolver e mobilizar homens no engajamento pelo fim da violência contra as mulheres. Surgiu em Montreal, no Canadá, no dia 6 de dezembro de 1989, quando Marc Lepine, um rapaz de 25 anos, invadiu uma sala de aula da Escola Politécnica e ordenou que os homens – aproximadamente 48 – se retirassem da sala, permanecendo somente as mulheres. 

Gritando “vocês são todas feministas”, Lepine começou a atirar e assassinou 14 mulheres à queima roupa, suicidando-se em seguida. O rapaz deixou uma carta na qual afirmava que havia feito aquilo porque não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, um curso tradicionalmente dirigido ao público masculino. 

O crime, que mobilizou a opinião pública, levou um grupo de homens do Canadá a se organizar para dizer que existem homens que cometem violência contra a mulher, mas existem também aqueles que repudiam essa atitude. A partir daí, elegeram o laço branco como símbolo, adotaram o lema “jamais cometer um ato de violência contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência”. A campanha já foi implementada em diversos países ao longo das últimas duas décadas e, a cada ano, ganha força no Brasil.

Fotos do Evento:


postado em 13 de dez de 2010 04:42 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:42 por Shester Souza ]


postado em 13 de dez de 2010 04:25 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:44 por Shester Souza ]




postado em 19 de nov de 2010 09:41 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:44 por Shester Souza ]


postado em 19 de nov de 2010 09:34 por Frank Lane   [ atualizado em 10 de mai de 2012 05:46 por Shester Souza ]


1-10 of 19

Comments