Home‎ > ‎Ambiental‎ > ‎

Projeto de Recuperação das Águas do Córrego da Avenida Coronel Manuel Assunção



INTRODUÇÃO

   Constantemente, o homem vem interferindo no meio ambiente, modificando-o e tornando-o adequado as suas necessidades. Em virtude das alterações realizadas pelo  homem,  vários impactos ambientais vem sendo registrados na atualidade,  em  conse-quência disto, a qualidade de vida tem piorado, pois agredindo a natureza, o homem agride a si mesmo, logo  que, ele é parte in-tegrante do meio.
   Dentro deste contexto, os recursos naturais são explorados irracionalmente visando  lucros  imediatos  e  desconsiderando  as consequências negativas que só refletirâo no futuro.
   Além disto, a sociedade capitalista predominante é extremamente consumista e a quantidade de lixo produzido tem aumentado preocupadamente.
   Nos países subdesenvolvidos a situação é mais grave. Sem uma política ambiental definida, os recursos naturais  são  explora-dos de maneira ecologicamente incorreta.
   A falta de saneamento básico aliado a poluição industrial compromete  os  rios  e  seus mananciais.
   Pensando em iniciar uma política ambiental que garanta uma maior qualidade de vida, o PROJETO DE RECUPERAÇÃO DAS ÁGUAS DO CÓRREGO DA AV. CEL MANUEL ASSUNÇÃO, surgiu da necessidade de se trabalhar essa questão, onde toda a comunidade parti-cipará ativamente, pois  somente com o envolvimento de todos é que  se poderá  encontrar soluções  para  os problemas ambien-tais da região.
   Para que todos participem de maneira atuante é necessário que  as  pessoas  adquiram consciência ecológica, que só vai surgir com a sensibilização.



JUSTIFICATIVA

   Para atingir o propósito fundamental que é a melhoria da qualidade  de  vida,  partimos dos seguintes princípios: 

*Percepção Ambiental: é necessário trabalhar a consciência no sentido de sensibilizar  para  a questão ambiental. Para tanto, levamos alunos a “sentir” o ambiente em torno de sí.

*Conhecimento: o aluno deverá buscar conhecimento dos problemas  ambientais,  bem  como ter noções de elementos que contribuíram para isto.

*Comportamento: é o comprometimento dos valores. Levar o aluno a sentir interesse e preocupação com o meio ambiente, motivando-o de tal modo que possa participar ativamente da melhoria e proteção do meio ambiente. Percebemos que o aluno só terá esta visão de proteção à natureza se antes de tudo ele for estimulado a apreciar e gostar dela.

*Participação: pretendemos com este trabalho, proporcionar aos grupos de alunos a possibilidade de participar ativamente  nas  tarefas  que  têm  por objetivo  resolver  os  problemas  da região.



OBJETIVOS

- Fazer um levantamento detalhado do local.
- Identificar a flora, a fauna e os recursos hídricos.
- Identificar os problemas ambientais da localidade: causa e consequência.
- Investigar a história da ocupação e urbanização do local.
- Traçar um perfil da situação ambiental atual do local.
- Retratar a concepção que possui do ambiente onde vive, tomando, como ponto de referência, o passado como era antes, o pre-sente como é hoje e o futuro como será.
- Propor soluções para melhorar a qualidade de vida.



ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS

1 - Mapeamento da região.
2 - Entrevista com a população sobre o que a mesma pensa sobre os problemas ambientais.
3 - Pesquisas: como o local era antes e como foi se transformando ao longo do tempo.
4 - Quais os fatores que levaram as mudanças.
5 - Registros: fotos, desenhos, maquetes, croquis.
6 - Exposições dos trabalhos realizados.
7 - Produção de folheto educativo de alerta à população no sentido de conscientizar da necessidade de se  preservar. Este folheto será usado como um instrumento de sensibilização da comunidade. Para tanto está sendo desenvolvido uma parceria com  as ou-tras escolas das imediações e com a Associação de moradores da comunidade A.M.A.C.M.A., cujo coordenador do projeto e o Wal-frido (presidente da associação). A comunidade pleiteia  junto à Prefeitura de Belo Horizonte, um projeto de recolhimento e reci-clagem de Lixo (URPV -Unidade de Recolhimento de Pequenos Volumes), com um terreno já existente no local para a construção
da mesma.



DESENVOLVIMENTO DO PROJETO



ROTEIRO

1 - Trabalho de campo.
     Fotografias
     Entrevista (diagnóstico do bairro)

2 - Pesquisa

3 - Mapeamento

4 - Localização das nascentes ao longo do curso do córrego.

5 - Análise da água das nascentes pela PBH

6 - Envolvimento e conscientização da população a partir do folheto educativo produzido pelos alunos.

CRONOGRAMA
Etapas que estão sendo desenvolvidas pelos alunos orientados  pela  professora  Edilaêni Regina e a coordenadora pedagógica Jacira Luiza.

FOTOGRAFIAS DO LOCAL, apoio do professor de geografia e fotografo Luíz  Marcos de Oliveira, juntamente com as professoras e os alunos envolvidos no  projeto. 
Data 01/10/03.

2ª ANÁLISE DAS FOTOS. Data 08/10/03.

TRABALHO DE CAMPO, inquérito geral para levantamento do problema. Os  alunos  foram ao campo (bairros Serra Verde, Minas Caixa e São Pedro) para observar e levantar as condições ambientais do local. Nesta etapa os alunos fizeram apenas uma  observa ção geral dos bairros, porém já orientados teoricamente para alguns  pontos  importantes a serem observados. Data 23/10/03.

ANÁLISE DOS DADOS DA OBSERVAÇÃO, a ficha de campo foi analizada.  Levantamento dos problemas específicos da área em questão. Data 24/10/03.

ELABORAÇÃO DE QUESTIONÁRIO, para entrevista como fonte  de  pesquisa  de  campo sobre a comunidade. Resultado da reunião com os alunos. Data 24/10/03.

APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO. Data 27 e 28/10/03.

ANÁLISE DAS ENTREVISTAS. Data 29/10/03.

PRODUÇÃO DE PANFLETOS EDUCATIVOS PELOS ALUNOS. Data 30 e 31/10/03.

9ª Em novembro estã previsto o TRABALHO DE  CONSCIENTIZAÇÃO  AMBIENTAL,  divulgado pela Rádio MIX, organizada por estes mesmos alunos que estão participando do projeto.
A Rádio MIX, funciona no recreio do 3º ciclo (2º turno) todos os dias.
A distribuição dos panfletos educativos, será feita a partir da  2ª  semana  de  novembro na comunidade escolar e na comunidade em questão.

Por Edilaêni Regina Alves De Souza Outubro de 2003

                            





Comments